Na PB: irmãos achavam que eram anões, mas têm doença genética rara

  Cinco irmãos que vivem na cidade de Princesa Isabel, no sertão da Paraíba, sempre pensaram que eram anões, mas acabaram descobrindo que tem uma siíndrome rara chamada mucopolissacaridose tipo IVA (MPS tipo IVA). Eles são filhos dos agricultores aposentados Francisco, de 70 anos, e Judite Clementino, de 66. O casal contou a uma reportagem do portal Viva Bem, do UOL, que demorou cerca de 30 anos para descobrir que 5 dos 16 filhos nasceram com essa doença.

A mucopolissacaridose tipo IVA (MPS tipo IVA) compromete, principalmente, a estrutura e o crescimento do esqueleto. Um dos sinais mais perceptíveis é que a criança para de crescer, e foi o que levou Janailson Clementino, de 33 anos, um dos filhos com MPS tipo IVA, a acreditar que tinha nanismo.

"Durante toda minha vida achei que eu e meus irmãos [que têm a doença] éramos anões. Eu brincava que parecia a história dos 7 anões, só faltavam mais 2", conta ele bem-humorado, que parou de crescer aos 5 anos, e tem 1 m de altura.

Além de Janailson, Josefa, de 40 anos; Cícero, de 30; e Madalena, de 28, e Damiana, que já morreu, também têm a doença, mas eles só descobriram a condição em 2016, graças a uma outra irmã deles, Francinalva Clementino, de 39 anos, agente comunitária de saúde, que participou de uma palestra sobre o assunto.

Uol

Postar um comentário

0 Comentários