Prefeitura de João Pessoa cria Coordenação de Políticas de Bem-estar Animal e Ambiental e define primeiras ações para 2022

  Uma feira de adoção de animais, prevista para ser realizada em abril, registrará a primeira ação da recém-criada Coordenadoria de Políticas de Bem Estar Animal e Ambiental, departamento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de João Pessoa (Semam), que tem o objetivo de planejar e desenvolver ações para a causa animal.

De acordo com o responsável pela Coordenadoria, Ítalo Suassuna, foi firmada uma parceria com o Centro de Controle de Zoonoses de João Pessoa para definir a programação e outras ações para 2022, a exemplo do cadastramento de tutores independentes e Organizações Não Governamentais (ONGs) que abrigam animais abandonados. Além disso, está em processo de elaboração um programa de saúde animal itinerante que levará atendimento médico veterinário básico à população de baixa renda da Capital que não pode bancar consulta, vacinação e castração dos seus pets.

“Estamos definindo várias ações de socorro aos tutores independentes e Ongs que enfrentam muitos problemas para bancar os gastos com os animais, principalmente durante a pandemia, quando houve um aumento no abandono de cães e gatos. Tem abrigos hoje com mais de 50 animais e sem condições de prestar assistência mínima à saúde deles”, observou Ítalo Suassuna.

A primeira reunião do Conselho de Trabalho de Educação Ambiental Animalista (CTEA) aconteceu no último dia 9. Da Semam participaram: Djalma Castro, secretário adjunto; Ítalo Oliveira, coordenador de Políticas de Bem-Estar Animal, e Jennyfer Oliveira, advogada. Do Centro de Zoonoses, Pollyana Dantas, gerente do órgão, Igor César, chefe de Captura; Paulo Roberto, agente de Endemias, e Juliana Trigo, auxiliar administrativo.

ClickPB

Postar um comentário

0 Comentários