Justiça barra eleições da Federação Paraibana de Futebol

 

O juiz Onaldo Rocha de Queiroga, da 5ª Vara Cível de João Pessoa, determinou nesta quarta-feira (4) a suspensão da eleição para nova diretoria na Federação Paraibana de Futebol (FPF). Ele também manteve a comissão eleitoral designada para comandar as eleições na entidade.

Na decisão, Onaldo determina que seja republicado o edital pela comissão eleitoral pois entende que essa é a regra da Lei Pelé. A advogada Flávia Macedo, da FPF, informou que a entidade deverá cumprir imediatamente a decisão do magistrado e pedirá para a comissão eleitoral publicar novo edital nas próximas horas para dar andamento ao pleito.

A ação judicial foi impetrada pelo ex-dirigente do Atlético de Cajazeiras, Arlan Rodrigues. A presidente da Federação Paraibana de Futebol, Michelle Ramalho, conta com o apoio de 50 dos 56 clubes e ligas aptos a votar. Arlan Rodrigues tem dois clubes ao lado dele.

Veja trecho da decisão:

F5Online

Postar um comentário

0 Comentários